2 de jan de 2018

BORDADOS PELA PAZ


Faz dois anos que a comunidade mexicana “Fuentes Rojas” começou o projeto “Bordados pela Paz” para dar visibilidade entre os cidadãos às mais de 60 mil mortes que ocorreram durante a chamada "Guerra contra as drogas" no México. Reúnem-se todos os domingos em jardins e praças e convidam todos os que quiserem bordar e participar. 
Cada lenço branco está bordado com os nomes e as descrições de cada um dos 60 mil mortos na guerra contra as drogas. O seu grande objetivo é bordar esperança e memória. Quando conseguem um grande número de bordados, mostram-no nos jardins de todo o país. Começou no México, mas já há bordados pela paz em muitos países da América Latina e o movimento até já chegou a algumas cidades de Espanha e da Suíça.



Uma linha, uma agulha e um lenço convertem-se em armas de denúncia e solidariedade. Desta forma dão visibilidade às vítimas da guerra contra o narcotráfico, independentemente de que grupo forem, e sensibilizam os cidadãos para o facto de estas vítimas não serem apenas números, mas gente que deixa família e amigos.



Mais informações nos blog “Bordamos la Paz de Guadalajara” e “Bordando Paz Puebla.


fonte: www.oblogdadmc.com

Nenhum comentário: